Saúde Mental no Ambiente Corporativo

Se denomina saúde mental o equilíbrio do estado psicológico, cognitivo e emocional do ser humano. Com isso, a pessoa poderá conseguir administrar diferentes situações em que se encontrar, sendo elas positivas ou negativas, com controle sobre suas emoções e comportamentos sem causar impactos sobre  si e os outros. Um ambiente profissional negativo, tóxico e que não conhece o assunto pode causar variados problemas e desgastes ao colaborador. 

Frequentemente as pessoas ficam com sua saúde mental afetada por causa do trabalho. Um ambiente de trabalho instável deixa os colaboradores com um nível de ansiedade e estresse alto e,desta forma estes , acabam perdendo sua produtividade e seu foco, o que pode causar depressão, ansiedade e outros transtornos psicológicos.

O impacto da Saúde Mental na qualidade do trabalho

A gestão ignorante aos riscos psicossociais é tão maléfica para os trabalhadores quanto para a empresa. Isso impacta em custos mais altos se tratando de saúde e segurança dos trabalhadores,tanto para a empresa, quanto para a sociedade em geral. Os impactos dos riscos psicossociais para as organizações são variados e surgem de forma direta ou indireta, como:

  • absenteísmo e rotatividade; 
  • custos com substituição de pessoal, acidentes de trabalho e doenças ocupacionais; 
  • diminuição da produtividade (falta de motivação entre funcionários, conflitos, etc.); 
  • produtos ou serviços com pouca qualidade; 
  • prejuízo à imagem da empresa; 
  • maior risco de passivo trabalhista. 

Já para o trabalhador, os impactos podem se refletir em sintomas emocionais, comportamentais e/ou físicos, como estresse, distúrbios do sono, uso inadequado de álcool e outras substâncias, dores no corpo, enxaqueca, depressão, conflitos, Burnout, entre outros.

Caso ainda não esteja convencido em como isso pode afetar uma empresa, de acordo com a OMS, embasadas na pesquisa Rais e Dieese, as causas principais de afastamento do trabalho no Brasil são: 

  • Depressão (59% se encontram em estado máximo de depressão);
  • Transtorno de Ansiedade (63% das pessoas possuem algum nível de ansiedade);
  • Estresse (37% das pessoas estão estressadas em nível extremamente severo);
  • Burnout (44% dizem ter sofrido com o esgotamento mental).

Desmotivação X Depressão

Algumas corporações tendem a confundir o estado depressivo com desmotivação com o trabalho, focando na solução errônea para o problema, então vamos entender as diferenças.

A desmotivação, além de tristeza, está interligada a fatores externos como: local de trabalho inadequado, o não reconhecimento do profissional, demanda de trabalho não razoável, horários de trabalho inflexíveis, gestores autoritários, comunicação ineficiente, etc.

Esses fatores causam cansaço físico e mental, além de fazer com que os colaboradores se distanciem de suas expectativas e propósitos profissionais.

A depressão, por sua vez, não é simplesmente sentir-se triste. Ela é causada por uma alteração na química do cérebro, sendo acompanhada de outros sintomas, como:

  • Melancolia;
  • Irritabilidade;
  • Mudanças de comportamento e humor;
  • Pessimismo;
  • Mudanças significativas na alimentação (perda ou aumento de apetite);
  • Perda de entusiasmo ou interesse;
  • Dificuldade em manter a concentração;
  • Sentimento de culpa profunda;
  • Sensação de rejeição pelas pessoas do seu círculo de convivência;
  • Choro repentino;
  • Dentre outros. 

A importância de um programa de Saúde Mental na empresa

Um programa de Saúde Mental na empresa é importante para orientar os colaboradores e ajudá-los a enfrentar a grande pressão do trabalho, desvinculando-os das relações pessoais, que podem deixar o colaborador desconfortável. Este ajuda a reduzir a incidência de doenças e, consequentemente, melhora o relacionamento, fazendo com que a equipe trabalhe de modo mais integrado e engaje os profissionais.

Um colaborador feliz e saudável mentalmente é mais inclinado a prosperar na vida pessoal e no trabalho, exercendo suas funções com qualidade e com uma boa relação com a equipe.

Algumas ações básicas para melhorar a Saúde Mental dos colaboradores:

1 – Acompanhamento Psicológico

O psicólogo avalia o comportamento humano e pode identificar o  possível sofrimento  mental que terá necessidade de um tratamento especializado.

Esse profissional pode atuar de maneira remota  internamente na empresa, estando à disposição para ouvir e acolher o colaborador que passa por algum momento difícil ou simplesmente coberto pelo plano de saúde da empresa. O atendimento deve englobar todos os níveis hierárquicos.

2 – Capacitação dos Gestores

Treinamentos que possam capacitar o gestor para saber ouvir e lidar com sua equipe. Além disso, que possam ajudar a identificar e mudar atitudes em sua atuação que possam estar causando alguma forma de estresse e ansiedade.

Com isso, essa capacitação pode propagar boas práticas de liderança, em que as relações interpessoais ocorram  sempre com respeito e profissionalismo.

3 – Campanhas Internas

A empresa pode realizar campanhas internas com o objetivo de estimular a conscientização coletiva a respeito dos transtornos psicológicos e da necessidade da adoção de práticas que possam auxiliar uma boa saúde mental.

Ações como palestras, debates ou atividades podem ter seu foco no Setembro Amarelo Prevenção do Suicídio, Outubro Rosa, Prevenção do Câncer de Mama, Novembro Azul Prevenção do Câncer de Próstata, etc. 

No entanto, lembre-se de que é importante manter a atenção na ação durante o ano inteiro.

4 – Momentos de relaxamento

Crie grupos nas equipes através de apps de yoga, meditação ou com o que os colaboradores se identifiquem melhor. Também é uma boa ideia possuir um lugar na empresa em que a paz reine, afastada de ruídos  e que possa ser um “refúgio de paz” aos colaboradores. 

Pode ser em simultâneo, o local da hora de lanche ou apenas um lugar para o profissional respirar. Uma cultura que também pregue evitar ao máximo assuntos do trabalho em horário de descanso também pode diminuir o estresse.

5 – Prática de Exercícios

A prática de exercício físico contribui para o alívio do estresse e da ansiedade, além de comprovadamente ser um ótimo aliado no combate à depressão. Principalmente atividades que trabalham a respiração e o equilíbrio entre o corpo e a mente. 

Portanto, a empresa pode estudar incentivos para que seus colaboradores pratiquem exercícios físicos de forma regular. Fazer parcerias de desconto com academias pode ser uma boa opção para estimular o profissional a cuidar do corpo e, consequentemente, da mente.

Conclusão

Não podemos esquecer que as pessoas são o que torna a empresa o que ela é. Uma corporação é um organismo vivo, composto por seres humanos. Sem eles, não há cultura, relações, comunicação, interação ou propósito. Dar atenção ao cuidado de cada colaborador é dar uma continuidade nos negócios, dar vida aos projetos e alma às criações. 

Uma organização saudável mentalmente diminuirá seu turnover, terá baixo absenteísmo, contará com maior motivação e, assim, alta produtividade de seus colaboradores. Ou seja, será benéfico para todos os envolvidos.

Rayssa Neves

Rayssa Neves

Mineira, publicitária, apaixonada por Marketing Digital e Redação.

Posts recentes:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Compartilhe este conteúdo!!