Os impactos da liderança na cultura organizacional

Os impactos da liderança na cultura organizacional

Os impactos da liderança na cultura organizacional

Liderança e cultura organizacional… Se você já teve a experiência de fazer parte de uma equipe de trabalho em ambiente corporativo, é provável que tenha algumas histórias pra contar, não é mesmo?

E, se eu estiver correta, determinados episódios vivenciados ao longo de seu trabalho naquela instituição captam bem como foi a experiência geral trabalhando lá.

Pois bem, pense comigo: que tipos de sentimentos suas lembranças despertam em você?

Essas histórias têm sempre um protagonista. Muitas vezes, este é representado na figura do líder da equipe. Essas histórias têm sempre personagens e cenário que ajudam a traduzir objetivos, percepções e emoções que se construíram na trama do grupo. Na verdade, essas histórias sempre nos fazem lembrar impacto da liderança na cultura organizacional!

E, se você é aquele que ocupa o posto de liderança, deve se perguntar: que impressão você tem causado em seus liderados? Como os demais têm enxergado o grupo que você lidera?

De fato, o mundo corporativo tem se atentado mais para a seguinte questão: para se manter o desempenho e a produtividade de uma equipe elevados, não basta apenas se preocuparem oferecer altos salários.

Hoje, o foco está no capital humano, no desenvolvimento de pessoas. As organizações têm se atentado para a necessidade de se criar condições para que os colaboradores se sintam motivados e pertencentes a um grupo que lhes proporcione satisfação e um maior engajamento para com uma causa maior. Os colaboradores buscam por autorrealização e sentido naquilo que fazem.

Essa mudança de paradigma no modo de gerir as empresas se dá em decorrência da compreensão do conceito de cultura organizacional. Saber identificar a cultura de uma organização e agir em relação a ela pode ser a chave para o sucesso da empresa. Isso acontece porque a cultura é o que (des)harmoniza o ambiente de trabalho.

Mas… Por que vinculamos tanto a figura do líder à cultura organizacional? A resposta é tão simples quanto considerável. Vem comigo e dá uma olhada neste vídeo:

Fantástico, não? Se tomarmos a figura do líder, como a do maestro de uma grande orquestra, não será difícil compreendermos o quanto o seu tipo de gestão influencia a cultura organizacional. De posse da baqueta que confirma sua autoridade, o líder tem a responsabilidade de reger sua equipe. Sua liderança dita o tom, o ritmo e identifica timbres.

O líder tem a responsabilidade de perceber e integrar as habilidades de cada membro de seu grupo. Assim, o trabalho de sua diversificada equipe fluirá como som harmonioso.

Agora, o que é necessário para que o líder atue como um habilidoso maestro? Como ele pode contribuir para que o ambiente de trabalho seja agradável, encorajador e produtivo? Eis algumas características fundamentais:

  • Não temer o talento dos colaboradores, mas reconhecê-los e combiná-los;
  • Ser criativo. Identificar possibilidades nas dificuldades;
  • Ter ouvido sensível ao outro;
  • Ser exemplo e inspiração e motivar a excelência;
  • Compreender que seu papel lhe atribui responsabilidade e não privilégio;
  • Estar consciente de que é o sucesso de sua equipe que lhe confere respeito;
  • Compreender a diferença entre dar direção e “mandar”;
  • Promover confiança mútua e respeito;
  • Ter uma visão holística e de futuro.

De acordo com o modelo Schein, desenvolvido pelo psicólogo Edgar Schein no começo dos anos 1980, as ações da liderança são determinantes sobre a cultura organizacional. E, se prestarmos atenção, concluiremos que a cultura nos permite compreender os fenômenos recorrentes na empresa. Ela interfere na efetividade do trabalho.

Para Edgar Schein, o papel do líder é essencial na formação e na modificação da cultura de uma empresa. Ou seja, a gestão do líder impacta diretamente na vida dos colaboradores e interfere na performance de toda a equipe.

E então, entendeu como a relação entre cultura e liderança é tão fundamental?

Como líder, você se sente desafiado?

Afinal, como bem aprendemos com o famoso tio Ben, do Homem Aranha: grandes poderes vêm sempre com grandes responsabilidades!

Gostou do texto sobre liderança e cultura? Mande um email para o contato@teamhub.com.br ou deixe um comentário com alguma sugestão ou dúvida sobre o tema (:

Sobre Débora Alves

Sou graduada em Pedagogia e especialista em Pedagogia Empresarial e Gestão em Recursos Humanos. Como desafio atual, tenho a reta final do mestrado em Educação e Formação Humana. Sou apaixonada por processos de aprendizagem, neurociências e pelo Universo Marvel. Amo cozinhar para a família e os amigos. Meu trabalho na TeamHub é produzir material sobre tudo que envolve pessoas, aprendizagem, cultura e organizações.



Comente com o Facebook



Posts relacionados

Av. Presidente Antônio Carlos, 681, Loja 12. Lagoinha, Belo Horizonte - MG CEP: 31.210-010

contato@teamhub.com.br